sábado, 08 de maio de 2021
Terça Livre TV
Conservadores
América Latina

REDE CRIMINAL! Armas, drogas e munições

114 venezuelanos presos durante megaoperação no Peru

13 janeiro 2020 - 20h56Por Jose Luis A Monasterios

     Após uma megaoperação realizada no domingo, a Polícia Nacional do Peru interveio em um hotel no distrito de Punta Negra, no Peru, onde 124 pessoas eram: 114 venezuelanos, 6 peruanos e 4 colombianos.

por GDA ,O Comercio

      O local funcionava como base sobre a qual os crimes teriam sido planejados, segundo as autoridades.

   Na operação, a suposta organização criminosa denominada «Los Venecos» foi desmantelada. A intervenção contou com a presença de várias unidades do PNP e exigiu ações de inteligência prolongadas.

      Na casa, 10 armas de fogo, 8 armas e 2 revólveres foram apreendidos. Também muitas drogas (sintéticas e voláteis), veículos, telefones celulares, entre outros dispositivos.

      Os detidos foram transferidos de Punta Negra para a sede do Departamento de Investigação Criminal para continuar as investigações.

     O PNP informou que nas investigações um representante do Ministério Público especializado no assunto cooperará. Eles presumem que a organização participou de diferentes crimes.

   

 Rede criminosa alegada

     Agentes da Subunidade de Ações Táticas e membros da Divisão de Investigação de Homicídios realizaram “ações anteriores de vigilância e monitoramento discretos” na propriedade.

   O comandante geral do PNP, José Luis Lavalle, informou que as pessoas estavam dentro do estabelecimento celebrando uma festa. Eles tentaram abrir fogo contra policiais, mas depois atiraram suas armas sob veículos estacionados.

     «As armas serão submetidas às correspondentes opiniões de especialistas, como o teste de absorção atômica. A partir do relatório da polícia que entrou na casa, sabe-se quem são os suspeitos que atiraram as armas. Já com as opiniões de especialistas que ocorrem amanhã (nesta segunda-feira), o número de pessoas que tiveram vínculos com as armas e revólveres será reduzido ”, afirmou o comandante.

     Lavalle disse que os 114 venezuelanos e os outros 10 indivíduos serão detidos até que um vínculo criminal seja determinado. «Enquanto a maior suspeita recai sobre os homens, as mulheres ainda serão investigadas porque uma grande quantidade de drogas foi encontrada em casa. Seu status de imigração é desconhecido, mas eles estavam em um lugar onde drogas eram usadas ”, afirmou o programa Quarta Potência.

     Juan Carlos Sotil, chefe do Dirincri, explicou que, por posse ilegal de armas, os que forem capturados em relação aos revólveres e armas encontrados serão processados.