quinta, 06 de maio de 2021
Terça Livre TV
Pró-Monarquia
América Latina

A UE alocará 111 milhões de euros em 2020 para mitigar a crise humanitária na Venezuela

20 janeiro 2020 - 14h58Por Jose Luis A Monasterios

     A África e o Oriente Médio receberão grande parte dos recursos do orçamento da comissão para 2020 no valor de 900 milhões de euros

     A União Européia mobilizará 111 milhões de euros para mitigar a crise humanitária na Venezuela. A ajuda também será destinada aos países vizinhos afetados pelo fluxo de refugiados derivados da situação neste país.
 

 
     Este valor faz parte do orçamento anual total da Comissão Europeia de Ajuda Humanitária.
 
     Em termos totais, Bruxelas informou que o orçamento da comissão para 2020 será de 900 milhões e chegará a 80 países. O objetivo é aliviar a crise alimentar e fornecer ajuda humanitária às pessoas em risco.
 
     A União Européia enfatiza a África e o Oriente Médio, que receberão grande parte dos fundos. O continente africano irá para 400 milhões para aliviar crises humanitárias como a República Democrática do Congo; a situação nos países do Sahel, que sofrem de problemas alimentares; para os deslocados pela violência no Sudão do Sul e ao redor do lago Chade.
 
     Outros 345 milhões serão destinados aos problemas da Síria e dos países vizinhos afetados pela migração no Oriente Médio, bem como à situação crítica sofrida por países como o Iêmen.
 

«A ajuda humanitária da União Europeia nos permite salvar milhões de vidas em todo o mundo, colocando em ação a solidariedade do bloco. No entanto, as crises humanitárias estão aumentando sua gravidade e complexidade ”, disse Jane Lenarcic, Comissária para Gerenciamento de Crises.

     Ele alertou que o impacto dos conflitos foi aumentado pelas mudanças climáticas. A esse respeito, ele disse que a União Européia entende sua responsabilidade de mostrar sua solidariedade e apoio aos que dela precisam.

     O trabalho de mitigação da crise humanitária na Venezuela é um foco que a União Européia coloca na América Latina.