quinta, 06 de maio de 2021
Terça Livre TV
BRASIL PARALELO
VENEZUELA

A Aruba Airlines exige que os venezuelanos assinem uma declaração que garanta que eles não pedirão asilo

22 fevereiro 2020 - 23h39Por Jose Luis A Monasterios
     A Aruba Airlines exige que os passageiros venezuelanos assinem uma declaração juramentada na qual garantiriam que não solicitarão asilo político, humanitário ou refúgio na ilha. O pedido foi emitido pelo governo da ilha.
 
     «Declaro que, no presente ou no passado, fui perseguido, atacado ou discriminado por causa de raça, religião e muito menos por razões políticas, por qualquer governo ou por qualquer outro terceiro ou grupo que o governo não possa controlar e por Por isso, declaro que não há medo de volta ao meu país de residência ”, cita o documento da companhia aérea de Aruba.
 
     O defensor dos Direitos Humanos, Rocío San Miguel, disse que a ação da companhia aérea não tem valor legal contra quem a assina.
 
     "A Aruba Airlines pode ser responsabilizada por contribuir para encobrir graves violações dos direitos humanos por isso", explicou Rocío San Migue
 

.@ArubaAirlines requiere que los pasajeros venezolanos firman un papel diciendo que no van a solicitar asilo político, humanitario o refugio en Aruba. pic.twitter.com/Yl9Yfg0J0n

— Bram Ebus (@BramEbus) February 22, 2020 ">http://
 
 

La caución que exige firmar @ArubaAirlines a pasajeros venezolanos, es contraria a los DDHH y no tiene valor jurídico alguno en contra de quien la firme

Por el contrario @ArubaAirlines podría ser declarada responsable de contribuir a encubrir graves violaciones de DDHH por esto https://t.co/7DFRBY7NOl

— Rocío San Miguel (@rociosanmiguel) February 22, 2020 ">http://