sábado, 08 de maio de 2021
Terça Livre TV
Conservadores
Política

Para não pegar mal, Conselho de Ética da Câmara instaura também o processo de Flordelis.

24 fevereiro 2021 - 15h54Por Bruna de Pieri - Canal Terça Livre
Deputados reunidos no Conselho de Ética nesta terça/Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosDeputados reunidos no Conselho de Ética na terça-feira/Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidiu incluir em sua pauta o caso da deputada federal Flordelis (PSDB/RJ) que foi acusada pelo Ministério Público de ser a mandante do assassinato do próprio marido.

O caso da parlamentar estava parado na Mesa da Câmara desde outubro do ano passado e voltou a repercutir quando o deputado Daniel Silveira (PSL) foi preso de forma ilegal em suposto flagrante após criticar em vídeo os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O Conselho de Ética foi criticado nas redes sociais por ignorar o caso Flordelis e colocar como prioridade a conduta de Daniel Silveira.

Para não pegar mal, o Conselho colocou então na pauta o crime de Flordelis. A deputada nega que tenha sido mandante do assassinato do marido.

A reunião do Conselho de Ética que iniciaria a análise do processo contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) estava marcada para hoje (23/2) mas foi remarcada para quarta-feira (24).

Segundo a Câmara, a reunião do colegiado precisou ser encerrada por causa do início da Ordem do Dia no Plenário da Câmara.