sábado, 08 de maio de 2021
Terça Livre TV
Conservadores
marataízes

"MEU PEQUENO CACHOEIRO"

O cachoeirense Raul Sampaio ultrapassou as fronteiras de sua terra natal

15 janeiro 2020 - 10h25Por Maycon Souza

Não poderia de expressar minhas homenagens um dos maiores poetas e compositores populares do Brasil Raul Sampaio. Quase todos sabados Raul com seus amigos dão uma palinha da Musica Popular Brasileira no bar Catedral do Samba na praia da Colônia em Marataízes. Uma das musicas de sua autoria marcaram época, o cachoeirense Raul ultrapassou fronteiras de sua terra natal. Deixou seu “Pequeno Cachoeiro” e foi para Rio de Janeiro ser reconhecido em todo Brasil.

Raul retornou para sua terra natal Cachoeiro de Itapemirim, com sua carreira consolidada, reconhecida para brindar-nos com um grande legado. Algumas de suas musicas tornaram se clássicos da MPB, como A CARTA, MEU PRANTO ROLOU, ou LEMBRANÇAS , MEU PEQUENO CACHOEIRO, gravadas e interpretadas pelos maiores cantores da Musica Popular Brasileira.

Segue abaixo as letras da musica Meu Pequeno Cachoeiro:

 

Eu passo a vida recordando
De tudo quanto aí deixei
Cachoeiro, cachoeiro
Vim ao Rio de Janeiro
Pra voltar e não voltei

Mas te confesso na saudade
As dores que arranjei pra mim
Pois todo o pranto destas mágoas
Ainda irei juntar nas águas
Do teu Itapemirim

Meu pequeno cachoeiro
Vivo só pensando em ti
Ai que saudade dessas terras
Entre as serras
Doce terra onde eu nasci

Meu pequeno cachoeiro
Vivo só pensando em ti
Ai que saudade dessas terras
Entre as serras
Doce terra onde eu nasci

Recordo a casa onde eu morava
O muro alto, o laranjal
Meu flambuaiã na primavera
Que bonito que ele era
Dando sombra no quintal

A minha escola, a minha rua
Os meus primeiros madrigais
Ai como o pensamento voa
Ao lembrar a terra boa
Coisas que não voltam mais

Meu pequeno cachoeiro
Vivo só pensando em ti
Ai que saudade dessas terras
Entre as serras
Doce terra onde eu nasci

Sabe meu cachoeiro
Eu trouxe muita coisa de você
E todas essas coisas me fizeram saber crescer
E hoje eu me lembro de você
Me lembro e me sinto criança outra vez!

Meu pequeno cachoeiro
Vivo só pensando em ti
Ai que saudade dessas terras
Entre as serras
Doce terra onde eu nasci