quinta, 06 de maio de 2021
INVESTIGADOS DESDE O COMEÇO DO MÊS

Casal de funcionários é preso suspeitos de desviar mais de R$ 100 mil em materiais da empresa onde trabalhavam, em Manaus

Funcionários eram do setor de almoxarifado e administrativo e, segundo a Polícia, outras empresas participavam do esquema, comprando o material desviado.

21 dezembro 2019 - 22h27Por Fabrício Cavalcante

Dois funcionários, sendo um homem de 36 anos, e uma mulher de 26, funcionários de uma empresa multinacional, no Pólo Industrial de Manaus (PIM), foram presos suspeitos de desviar mais de R$ 100 mil em matéria-prima plástica, de acordo com a Polícia, que investigava a dupla há pelo menos um mês. 

Foram expedidos mandados de prisão, busca e apreensão, que foram executados por agentes da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), em endereços de quatro empresas situadas no Distrito Industrial, suspeitas de participarem dos desvios dos materiais plásticos da multinacional.

Conforme foi informado pelo Delegado titular da DERFD, Dr. Aldeney Goes, o homem era o chefe do setor de almoxarifado e contava com ajuda da mulher, que era assistente administrativa e também era responsável pela portaria da empresa, para retirar de lá os materiais furtados, que eram comercializados entre outras empresas.

''Nós já sabemos que quatro empresas receberam o material furtado pelos criminosos presos hoje. No decorrer das diligências, o homem foi preso no Conjunto Boas Novas, bairro Cidade Nova, na zona norte de Manaus. Também conseguimos com sucesso prender a funcionária do setor administrativo, na Avenida Buriti, no Distrito, zona sul da Capital'', informou o Delegado Aldeney.

O que ocorre agora

Os funcionários presos, identificados como Janaína e Fabiano, foram indiciados pelo crime de furto qualificado, receptação e associação criminosa. Ao final dos procedimentos legais na delegacia da DERFD, eles irão para audiência de custódia, no fórum Ministro Enoch Reis, localizado no bairro São Francisco, zona sul.