sábado, 08 de maio de 2021
Terça Livre TV
BRASIL PARALELO
Brasil

Inacreditável: Eustáquio volta para casa MUDO e em CADEIRAS DE RODAS

28 janeiro 2021 - 23h16Por Felipe Raphael Pinto Silva - Economista Colunista O Conservador

O jornalista foi devolvido à família em estado inacreditável, como se houvesse passado pelos piores horrores que o ser humano poderia ter. Se houve tortura ou outras atrocidades contra Eustáquio, isso ainda há de ser descoberto. Mas, o que se percebe é que ele sofreu muito e passou por coisas que nem a própria ditadura de Joseph Stalin poderia ter feito. Claro, Stalin foi um genocida dos mais temidos e terríveis. A comparação é não crendo que em pleno século XXI ainda possa existir torturas explícitas e cruéis contra críticos e opositores.

A Polícia Federal cumpriu diversas diligências na tentativa de provar ou indiciar pessoas relacionadas as acusações de realizar ou financiar atos tidos por Alexandre de Morais como “antidemocráticos”. Um relatório foi enviado ao término das ações para o Ministro, o qual é o responsável pela prisão do jornalista.

Ainda sem entender e em meio as histórias levantadas, Eustáquio perdeu os movimentos das pernas na prisão.

A decisão de voltar para casa ainda parece ser a continuação de uma tortura e retenção de todo e qualquer direito do cidadão brasileiro de livre expressão. Item 3 do despacho de Alexandre de Moraes:

Este ato monstruoso contra a vida de um cidadão brasileiro, profissional de imprensa, chefe de família não pode ficar esquecido!
Perguntamos:


ONDE ESTÃO OS DEFENSORES DAS VIDAS #VIDASIMPORTAM? ONDE ESTÃO OS MEMBROS DOS DIREITOS HUMANOS? ONDE ESTÁ A JUSTIÇA?

O Jornalista Oswaldo Eustáquio é hoje um dos homens mais vigiados do Brasil. Ainda preso dentro de casa, com tornozeleira eletrônica, MUDO, sem andar, impedido de se comunicar ou falar o que aconteceu. Impedido de pedir para que outros falem por ele ou transmitam uma mensagem singela. Impedido de usar uma rede social. Impedido de dizer “EU TE AMO” para sua esposa ou simplesmente “VOLTEI PARA CASA”. Tudo somente em pensamentos e lágrimas.
A tirania de um poder sem limites e tirano, nas mãos de quem não se importa com a vida humana e sim somente com as próprias convicções e prazeres, deixa os mais perversos rastros de desumanidade.

Sr. Ministro Alexandre de Moraes, você deve explicações!

Lei na íntegra a decisão de Moraes:

Decisao-Alexandre-de-Moraes-caso-Eustaquio