quinta, 06 de maio de 2021
Terça Livre TV
BRASIL PARALELO
Política

‘Falei mais coisas naquela conversa, pode divulgar tudo’, diz Bolsonaro sobre telefonema com Kajuru

13 abril 2021 - 09h55Por Bruna de Pieri - Canal Terça Livre
Presidente Jair BolsonaroPresidente Jair Messias Bolsonaro

Ao falar com apoiadores no Palácio da Alvorada na manhã desta segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro reclamou da divulgação do áudio em que pede ao senador Jorge Kajuru para incluir governadores e prefeitos da CPI da Covid-19.

O presidente afirma ter falado mais coisas na conversa e que, de sua parte, Kajuru poderia divulgar tudo. “Eu fui gravado em uma conversa telefônica, tá certo. Olha a que ponto chegamos no Brasil”, criticou.

“A gravação é só com autorização judicial. Gravar o presidente e divulgar? Só para controle, falei mais coisas naquela conversa lá. Pode divulgar tudo da minha parte”, acrescentou.

No áudio divulgado neste domingo (11) pelo senador, o presidente pede a inclusão de governadores e prefeitos na CPI da Covid.

“Tem que mudar o objetivo da CPI. Ela tem que ser ampla. Aí você faz um excelente trabalho para o Brasil”, diz o presidente ao senador. “A CPI hoje é para investigar omissões do presidente Jair Bolsonaro, ponto final. Quer fazer uma investigação completa? Se não mudar o objetivo da CPI, ela vai vir só pra cima de mim.”

O chefe do Executivo cobrou, além da ampliação da CPI, investigação dos ministros do Supremo. “Sabe o que eu acho que vai acontecer? O que vai acontecer eles vão [inaudível] tudo. Não tem CPI, não tem investigação de ministro do Supremo. Eu sou a favor de colocar tudo pra frente.”, diz.

Em outro trecho da conversa, divulgado hoje (12) por Kajuru na Rádio Bandeirantes, o presidente também criticou o senador da Rede-AP, Randolfe Rodrigues, a quem chamou de “bosta”.

“Se você [Kajuru] não participa [da CPI], vem a canalhada lá do Randolfe Rodrigues para participar e vai começar a encher o saco. Daí, vou ter que sair na porrada com um bosta desses”.

Em entrevista realizada por José Luiz Datena, Kajuru alegou que Bolsonaro sabia que estava sendo gravado e que a conversa seria tornada pública.

 Sem nenhum escrupulo ou ética senador Kajuru vaza audio de conversa particular com Presidente Jair Bolsonaro, e o tiro do STF sai pela Culatra.